Prefeito Rui Palmeira discute Maceió de Frente Pra Lagoa em reunião com o BID

O prefeito Rui Palmeira e o representante do BID Hugo Florez Timoran falaram sobre o projeto De Frente pra Lagoa

A agenda do prefeito Rui Palmeira na capital federal foi encerrada na manhã desta quarta-feira (22). Rui se reuniu com Hugo Florez Timoran, representante do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), para acertar detalhes da linha de crédito para financiamento do Programa Maceió de Frente Pra Lagoa, que vai reurbanizar a região da orla lagunar. O investimento de 64 milhões de dólares, e de acordo com Rui Palmeira, a Prefeitura vem trabalhando junto ao BID para obter esse recurso há anos.

“Hoje foi mais uma etapa importante desse financiamento tão esperado, que vai mudar a cara da região da Lagoa Mundaú. Estivemos ontem no Ministério das Cidades e conseguimos a garantia de aproximadamente duas mil unidades habitacionais para Maceió. Hoje viemos aqui para mais uma tratativa visando acelerar esse processo para que possamos, o mais rápido possível, iniciar esse grande trabalho de retomada da Lagoa Mundaú para ser devolvida à cidade e a cada maceioense”, declarou o prefeito.

Segundo Rui, o programa de revitalização da área inclui calçadão, ciclovias e esgotamento sanitário. “Vai ser uma mudança na qualidade e no padrão de vida das pessoas que moram no entorno e, claro, nós vamos finalmente poder usufruir daquela região tão bonita mas que, infelizmente, hoje é completamente degradada”, disse o prefeito.

Rui fez questão de garantir que as famílias não serão retiradas do local por conta das obras. “Nós não vamos remover as famílias e colocá-las longe de onde elas moram, elas vão ser todas realocadas na própria região da lagoa. Isso é muito importante, já que muitas pessoas vivem daquela região, trabalham no centro da cidade, no mercado, então é também importante do ponto de vista social”, afirmou.

O prefeito destacou ainda que as obras vão promover a geração de empregos na região lagunar. “Obras desse porte, tanto essa questão da lagoa quanto o programa Nova Maceió, envolvem cerca de R$ 300 milhões em obras de infraestrutura, saneamento e pavimentação. Centenas de empregos serão gerados na execução dessas obras que vão levar, além desses empregos no momento das obras, mais qualidade de vida para o cidadão maceioense”, infirmou Rui Palmeira.

Ascom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *