Por que os ovos de Páscoa custam até 3 vezes mais que as barras de chocolate?

A mesma quantidade de chocolate pode custar até três vezes mais dependendo da forma como é embalada. Isso faz com que muitas pessoas se perguntem por que os ovos de Páscoa custam tão mais caro que as barras de chocolate.

Segundo Teo Cury, a Associação Brasileira da Indústria de Chocolates (Abicab) informa que os ovos passam por um processo de produção de alta complexidade, que acarreta maiores custos de fabricação.

De acordo com a Nestlé, esse processo exige um “maior investimento por parte da empresa em uma série de necessidades específicas, como maior quantidade de trabalhadores na linha de produção e na força de vendas, maquinários adequados para fabricação dos chocolates em formatos diferenciados, embalagens específicas para os produtos, acondicionamento e transporte dos produtos até o ponto de venda, entre outros fatores que são de grande relevância para a entrega de produtos de qualidade para a data”.

Outra diferença é que o processo de embalagem dos ovos é feito manualmente, enquanto as barras são embaladas mecanicamente. A Abicab diz ainda que as embalagens dos ovos são maiores e mais sofisticadas do que as das barras de chocolate.

“Vale lembrar que estes produtos são muito frágeis, sendo necessário adotar processos especiais de produção, logística e armazenamento com cuidados adicionais”, informa a Abicab.

Segundo a entidade, estão embutidos na composição de preço dos ovos custos com divulgação, além da contratação de mão-de-obra temporária.

Para a Nestlé e a Garoto, o período de Páscoa gera em torno de 3.000 postos de trabalhos temporários, que vão desde a fabricação dos produtos, até a sua entrega no ponto de venda. “Por tratar-se do momento mais importante do ano para a companhia no segmento de chocolates, há a necessidade de um grande investimento para a força de produção e vendas, a fim de entregarmos o produto final com a melhor qualidade ao consumidor.”

Pesquisa realizada pela Fundação Procon-SP mostrou que o preço dos ovos de chocolate subiu 0,51% em São Paulo na comparação com a Páscoa de 2016. Já as barras tiverem um incremento de preço de 18,48% no mesmo período.

A Lacta e a Nestlé informam que os preços são ajustados de acordo com a inflação. A Lacta ressalta que da Páscoa 2016 para a deste ano houve aumento no IPI de chocolates e também reajuste nas tabelas de MVA em determinados estados, que balizam o cálculo das alíquotas de ICMS. “Adicionalmente, os preços promovidos pelo varejo seguem uma estratégia definida por cada cliente, uma vez que estes possuem seus próprios modelos de precificação.”

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *