Policial da Lei Seca é assassinado no RJ

Agente da blitz percebe que homem está armado e um dos três homens atira. Segundo suspeito de participação no crime foi preso pela polícia.

Imagens obtidas com exclusividade pelo RJTV 1ª edição mostram o momento do assassinato do policial Anselmo Alves que trabalhava em uma blitz da Lei Seca em Queimados, na Baixada Fluminense, na terça-feira (3). Nas imagens é possível perceber o momento em que os sargentos Alves e Mendes suspeitam dos três homens que saíram de um carro alguns metros antes da blitz.

Os PMs pediram que os suspeitos descessem do carro e fossem para a parede para uma revista. Nesse momento, um dos criminosos saca a arma e atirao contra o policial, que caiu no chão. O outro sargento revidou, mas foi atingido e também caiu no chão. Os assaltantes fugiram em seguida e um deles, identificado como Willian Cunha de Jesus, morreu pouco depois.

Nesta sexta (7), a polícia prendeu Luís Felipe Monteiro da Conceição, um dos suspeito da morte de um policial militar. Mateus Guimarães, que também é suspeito do crime, já estava preso.

Antes de atacar a Blitz da Lei Seca, os bandidos tinham feito assaltos na região. Os crimes também foram flagrados por câmeras de segurança. O criminoso aponta a arma para o balconista de uma farmácia, roubam produtos do balcão e fogem em seguida. Logo depois, eles ainda roubaram celulares e dinheiro de pessoas num ponto de ônibus.

As investigações constataram que o veículo usado pelo grupo era clonado. Os agentes também recuperaram três celulares roubados pelos bandidos, bem como R$ 785,00, em espécie. O outro policial baleado na ação foi levado para o Hospital Central da PM e passa bem. Só esse ano, 50 policias militares foram assassinados.

g1

08/04/2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *