Polícia Civil investe em novos equipamentos de proteção individual.

Polícia Civil investe em novos equipamentos de proteção individual.

Nos últimos dois anos, a Polícia Civil de Alagoas adquiriu novos equipamentos de proteção individual com recursos próprios, com investimentos do Fundo Estadual de Segurança Pública – Funesp e ainda por meio de doações da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), do Ministério da Justiça.

Dados estatísticos do material bélico, produzidos pelo Nurrcame (Núcleo de Regulamentação, Registro e Controle de Armas, Munições e Explosivos) da Geinfo (Gerência de Estatística e Informática) da PC, levantados entre os anos de 2014 e 2016, demonstraram um aumento significativo, tanto na aquisição de pistolas, fuzis, munições e coletes balísticos.

De acordo com os gráficos, neste período, a PC teve um incremento de novos coletes balísticos (à prova de balas), atingindo o estoque de 2.144, um percentual de 78% de crescimento.

No mesmo período foram adquiridas 1.250 novas pistolas da marca Taurus, modelo PT 940, o que evidencia aumento de 140%.

E ainda 87 fuzis, sendo para atiradores snipers; 20, do tipo ParaFal, calibre 7,62mm, e outros do tipo IA2, todos fabricados pela  Indústria de Material Bélico do Brasil – IMBEL, o que demonstra 117% a mais nos últimos anos.

O levantamento revela ainda um crescimento de 150% na aquisição de munições, que reforçaram o arsenal da PC, com mais de 30 mil novos projeteis.

Com todo esse reforço de material bélico, o delegado-geral Paulo Cerqueira, afirmou que a meta perseguida há algum tempo de ter disponível colete para cada policial, com acautelamento individualizado, foi atingida.

“Atingir um quantitativo de coletes e armamento para todos os membros da instituição era um sonho antigo, e que graças ao esforço das equipes da PC e da Secretaria de Segurança Pública, e o empenho do governo do Estado, que não tem medido esforços para garantir a tranquilidade dos alagoanos, essa meta foi alcançada. Novos investimentos em diversas áreas estão programados para o ano de 2017”, completou Paulo Cerqueira.

pc al

14/03/2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *