PMDB governista no Senado tenta conter os ataques de Renan Calheiros a Michel Temer

Renan Calheiros compara Temer ao técnico Dunga

 

O PMDB governista vai tentar fazer um último gesto para conter os ataques de Renan. Se os bombeiros fracassarem, o Planalto passará a negociar com outros interlocutores da bancada.

 

Em Maceió, na segunda-feira, na TV Ponta Verde, filiada ao SBT, o líder do PMDB destacou que “ainda não” rompeu com Michel Temer, mas chegou a comparar o atual governo com a seleção treinada por Dunga.

 

“O rompimento com o presidente Michel Temer ainda não. O que está ficando claro são posições diferentes do PMDB e do governo”, disse Renan.

 

Segundo ele, “conversei com o presidente Temer várias vezes, e ele chegou a perguntar se a agilização do julgamento [da chapa Dilma-Rousseff-Temer] do TSE iria ajudar na devolução da legitimidade.

 

E  respondeu Renan: ‘Sinceramente, acho que não. Acho que o que vai devolver a legitimidade perdida é acertar a mão, escalar melhor, jogar para frente”.

Do jeito que está, está parecendo com a seleção do Dunga –e não precisamos mais do Dunga, precisamos do Tite para nos levar a um porto seguro”, bravejou Renan Calheiros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *