Pastor encontra diamante de mais de 700 quilates em Serra Leoa

Diamante foi encontrado na província de Kono, leste do país, por Emmanuel Momoh. Ele entregou a pedra preciosa ao governo do país.

Um pastor encontrou um enorme diamante de 706 quilates em Serra Leoa e o entregou ao governo do presidente do país, Ernest Bai Koroma.

O diamante foi encontrado na província de Kono, leste do país, por Emmanuel Momoh, que procura ocasionalmente por pedras preciosas.

Segundo o governo de Serra Leoa, o presidente Koroma agradeceu pelo diamante não ter sido vendido em contrabando fora do país e garantiu que “o processo de comercialização será transparente”.

O diamante descoberto em Serra Lena, após ser certificado por especialistas, será um dos maiores já registrado. Seu valor ainda não foi estimado.

Em 2015, foi extraído da mina de Karowe, em Botsuana, o maior diamante encontrado em cem anos, de 1.111 quilates.

O maior diamante do mundo é o Cullinan, de 3.106 quilates, encontrado na África do Sul em 1905.

Este diamante foi dividido em várias pedras enormes, as principais delas foram usadas para adornar o cetro real britânico e a coroa imperial, que fazem parte das joias da Coroa Britânica.

Serra Leoa ficou marcada pelo tráfico dos chamados “diamantes de sangue” durante a guerra civil (1991-2002).

g1

27/03/2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *