Mulher mais pesada do mundo perde 100 kg após cirurgia bariátrica

A egípicia Eman El At, de 36 anos, está internada na Índia

A egípcia Eman Ahmed Abd El Aty, de 36 anos, considerada a mulher mais pesada do mundo, já perdeu 100 kg após ter sido submetida a uma cirurgia bariátrica, no Hospital Saifee de Mumbai, na Índia. Internada desde janeiro, ela está sendo acompanhada por uma equipe de médicos e enfermeiros.

Eman, que chegou a pesar cerca de 500 kg, ficou quase 25 anos sem sair de casa por causa do sobrepeso. As informações são da rede de televisão “BBC News”.

“Estamos tentando colocá-la em forma para voltar de avião ao Egito assim que for possível”, informou a organização do hospital, por meio de um comunicado. Segundo médicos, nos próximos meses Eman ainda vai emagrecer mais.

A egípcia, que também sofre de Elefantíase, foi retirada de sua casa, no Egito, com a ajuda de um guindaste. Para que saísse de seu quarto, as paredes do espaço precisaram ser derrubadas. Ela chegou à Índia num avião cargueiro, dentro do qual uma cama especial foi criada para ela de acordo com os requisitos necessários de segurança.

Equipamentos especiais foram instalados no avião de carga: ventilador portátil, desfibrilador portátil, cilindro de oxigênio, laringoscópio de intubação e medicamentos.

Eman nasceu pesando 5 kg e logo foi diagnosticada com Elefantíase, uma doença parasitária. Aos 11 anos, já era pesada demais e não conseguia ficar de pé e, por isso, se movimentava rastejando-se de joelhos. Assim, ela acabou abandonando a escola. Na época, ela sofreu um derrame cerebral, o que a deixou acamada e agravou suas condições de saúde.

A cirurgia bariátrica – cada vez mais comum na Índia, que tem um problema crescente com a obesidade, especialmente em áreas urbanas – acabou sendo a última esperança para Eman.

O presidente egípcio Abdel Fattah el-Sisi ofereceu os cuidados gratuitamente. Inicialmente, a solicitação havia sido negada, mas com o apoio do ministro das Relações Exteriores da Índia, Sushma Swaraj, e os apelos da família, a mulher acabou operada.

o globo

09/03/2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *