Microcrédito será utilizado por 132 famílias no entorno do Canal do Sertão em Alagoas

Financiamento subsidiado pelo governo vai facilitar acesso ao Plano de Desenvolvimento na maior obra hídrica do Estado

Famílias receberão crédito subsidiado para a produção no entorno do Canal do Sertão. Paulo Rios/Arquivo

A Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura (Seagri) reuniu na quarta-feira (23) a direção da Agência de Fomento de Alagoas (Desenvolve) para apresentar o Plano de Desenvolvimento do Canal do Sertão. Na ocasião, o secretário  Álvaro Vasconcelos apresentou o modelo de financiamento para as famílias produzirem na região.

Inicialmente serão contemplados as 132 famílias que participaram do trabalho de capacitação do Plano de Desenvolvimento do Canal do Sertão pelas equipes da Seagri, da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) e o Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola (Fida).

Vasconcelos informou que após o lançamento do Plano na última segunda-feira, no Palácio República dos Palmares, o governador Renan Filho determinou que as famílias possam receber crédito subsidiado para a produção no entorno do Canal do Sertão.

“A iniciativa do governo em oferecer essa modalidade de crédito subsidiado  seguramente vai aumentar a produção e gerar emprego e renda na região”, disse o secretário.

O presidente da Agência de Fomento de Alagoas (Desenvolve), Rafael Brito, destacou a importância social do programa e garantiu que vai elaborar um estudo sobre a linha de crédito mais acessível para as famílias da região.

Na elaboração  participativa do plano feita pelos técnicos especializados das instituições envolvidas, constam no seu conteúdo a construção de 140 módulos de produção e aprendizagem, assessoria técnica permanente.

Ainda dentro do plano de ação, constará capacitação e assessoria técnica em organização social, cooperativismo, metodologia participativas de geração de conhecimento, produção irrigada ecológica e organização para a comercialização locais e institucionais.

Ascom

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *