London Eye é fechada com turistas dentro após ataque em Londres

Polícia trata atentado em frente ao Parlamento de ato terrorista

Considerada uma das principais atrações turísticas de Londres, a “London Eye” informou nesta quarta-feira que fechou as portas para o público após o ataque em frente ao Parlamento britânico e na ponte de Westminster. Em sua conta no Twitter, a equipe da monumental roda gigante panorâmica informou que a decisão foi tomada por razões de segurança. O caso está sendo tratado como terrorista pelas autoridades.

Pelo menos uma mulher foi morta e um policial foi esfaqueado em frente ao Parlamento britânico. O agressor, que foi baleado por policiais, teria avançado o carro contra alguns pedestres enquanto dirigia pela Ponte de Westminster, próxima à casa legislativa.

Ainda não ficou claro o número de vítimas. A agência Reuters cita pelo menos 12 feridos, enquanto o jornal britânico “The Guardian” afirma que a polícia teme que haja dez. Vários feridos estariam em estado grave, de acordo com os meios de comunicação.

A equipe da “London Eye” assegurou que essa é a melhor medida para manter a segurança dos visitantes e que os procedimentos foram testados e aprovados.

Nas redes sociais, um turista espanhol postou uma foto da “London Eye”, e segundo seus relatos, está parado há quase uma hora na atração.

O ataque acontece no dia em que os atentados de Bruxelas completam seu primeiro aniversário.

o globo
22/03/2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *