Juve dá show com Dybala mortal e exige novo milagre do Barça

Juve dá show com Dybala mortal e exige novo milagre do Barça

O Barcelona terá que realizar uma nova reação histórica para avançar às semifinais da Liga dos Campeões. Nesta terça-feira, o Barça visitou a Juventus, em jogo realizado no estádio da Juve, e viu o adversário ser superior durante o jogo e vencer pelo placar de 3 a 0. Os gols da Velha Senhora foram marcados por Dybala, que balançou as redes duas vezes, e Chiellini.

Com o resultado no jogo de ida das quartas de final da Liga dos Campeões, o Barcelona terá que efetuar novamente uma grande reviravolta na competição, como fez nas oitavas de final diante do PSG. Para se classificar, o Barça precisará vencer por no mínimo quatro gols de diferença. Caso a equipe catalã repita o placar do triunfo italiano, o jogo se encaminhará para a prorrogação.

A partida de volta está marcada para a próxima semana, na quarta-feira, às 15h45(de Brasília). O duelo, que desta vez terá mando do Barcelona, será disputado no Camp Nou.

O jogo – A partida teve início com a Juventus exercendo grande pressão em busca do gol. Logo aos três minutos, Higuaín aproveitou cobrança de falta e testou firme, obrigando Ter Stegen a se esticar para evitar a abertura do placar.

O gol, porém, não demorou muito para sair. Aos seis minutos, Cuadrado gingou em cima da marcação e tocou para Dybala. O argentino fez um belo giro e mandou de perna esquerda no cantinho, sem chances de defesa para Ter Stegen, abrindo o placar para a Juve.

Após o gol, o Barcelona conseguiu equilibrar o jogo e evitar sustos. Com isso, teve uma grande chance para chegar ao empate aos 20 minutos. Messi efetuou um lindo passe para Iniesta, que saiu frente a frente com o goleiro. O meia espanhol tentou chutar colocado, mas Buffon efetuou um leve desvio na bola para evitar o gol.

Se o Barça desperdiçou sua chance, a Juve não hesitou quando teve a oportunidade. Logo na sequência, aos 21, Dybala recebeu a bola dentro da área e bateu de primeira para balançar as redes e ampliar a vantagem da Velha Senhora.

Após o segundo gol da Juventus, o duelo ficou morno. No entanto, as duas equipes ainda tiveram uma chance cada antes do intervalo. Aos 38, Suárez tentou de cabeça e assustou a meta defendida por Buffon. Já aos 43, foi a vez de Higuaín receber na entrada da área e chutar forte para obrigar Ter Stegen a trabalhar. O placar, porém, se manteve o mesmo até o encerramento do primeiro tempo.

A partida retornou para a segunda etapa muito movimentada, com ambos os times criando chances de gol. O Barcelona assustou em chutes de Iniesta e Neymar. Já a Juve chegou com perigo em finalizações de Khedira e Higuaín, esta última frente a frente com o goleiro Ter Stegen.

O gol perdido, porém, não fez falta, pois logo aos nove minutos a Velha Senhora ampliou. Após cobrança de escanteio da esquerda, Chiellini subiu mais alto que a zaga do Barcelona e testou firme para balançar as redes e fazer o terceiro dos mandantes.

Depois de tomar o terceiro no jogo, o Barcelona saiu desesperadamente para tentar diminuir o prejuízo. Com isso, a estrela do experiente goleiro Buffon passou a brilhar. Aos 22, o arqueiro defendeu uma boa finalização de Suárez de dentro da área.

Logo na sequência, aos 23, foi a vez de um lance polêmico, já que Neymar chutou em direção ao gol e pediu pênalti alegando que a bola bateu na mão de Chiellini.

Na parte final, aos 32, Buffon voltou a trabalhar, desta vez em chute perigoso de Iniesta de fora da área. Após este lance, o Barça teve poucos lances efetivos. A principal oportunidade ocorreu em cobrança de falta de Messi, mas o argentino mandou na barreira.

Com isso, a Juventus apenas administrou o resultado e garantiu uma grande vantagem diante do Barcelona para o jogo de volta.

terra

11/04/2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *