Joãozinho Pereira se filia ao PMDB, podendo se o candidato a vice-governador de Renan Filho em 2018

Os Pereira: Joãozinho e Jó, com o peemedebista Renan Filho.

Na próxima  sexta-feira, 25, na Sede do PMDB, no bairro de Mangabeiras, em Maceió, o senador e presidente estadual, Renan Calheiros, filiará o prefeito  de Teotônio Vilela, tucano Joaozinho Pereira, no PMDB.

Conforme Bernadino Souto Maior, depois da Deputada estadual, eleita pelo democratas de Nonô,  Jó Pereira, irmã de Joãozinho, ele deverá ser segundo membro da família no partido. Joãozinho deixa o ninho tucano para ‘calheirar’ de vez.

Há, ainda, forte expectativa para que o secretário de Desenvolvimento Social e ex-prefeito de Junqueiro, democratas Fernando Pereira, possa tomar coragem se filiando no partido do governador Renan Filho, seu atual chefe.

Rumores dão conta da possibilidade de que a prefeita Pauline Pereira, de Campo Alegre, ainda resiste em migrar pro PMDB. Ficará para uma próxima ocasião.

Ela prefere manter relação com o tio-sSenador e presidente do PP estadual, Benedito de Lira e o primo deputado Arthur Lira.

Reeleita, Pauline pretende finalizar seu mandato em Campo Alegre em dezembro de 2020, no PP. Ela já teria dito certo momento que “preferia abandonar a política, mas jamais seria contra o senador Benedito de Lira.”

Do clã Pereira existem três candidaturas postas para o próximo ano.

Fernando Pereira deverá ser candidato a deputado Estadual, substituindo Jó, que já assumiu a cadeira que foi de Joãozinho, num rodízio familiar dentro da Assembleia Legislativa de Alagoas, onde vem se constituindo numa boa parlamentar municipalista.

Jó, por sua vez, deverá ser candidata a deputada federal, numa chapa onde Renan pretende eleger de 3 a 4 federais do PMDB.

Por fim, Joãozinho, líder político da família, alimenta sonho de ser o vice-governador na chapa com Renan Filho. Um sonho que ele trabalhará a partir de agora, já filiado no PMDB.

Sabe-se, porém, que o atual vice-governador, Luciano Barbosa, tem interesse em disputar a cadeira de federal para reconquistar a representação política para Arapiraca e entorno do agreste, onde a última representante foi Célia Rocha, que acaba de chegar de um tratamento de saúde em São Paulo, no entanto, permanece em absoluto silêncio político.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *