CPI escuta defesa de Claudia Leitte

CPI escuta defesa de Claudia Leitte

A CPI que investiga os recursos irregulares dos benefícios cedidos para artistas e ações culturais pela Lei Rounaet irá ouvir, nesta terça-feira, 28, Claudio de Oliveira Inácio Junior, sócio administrador da Ciel, produtora da cantora Claudia Leitte que é acusada por fraudar mais de 1,2 milhão de reais por meio da Rouanet.

Vale lembrar que em novembro do ano passado, o Ministério da Cultura havia exigido que Cláudia Leitte devolvesse a quantia aos cofres públicos, pois, segundo a pasta, houve irregularidades em um pedido de recurso para a realização de uma turnê da cantora.

De acordo com o MinC, a Ciel não cumpriu com as regras de distribuição e com a venda de ingressos dos shows, que haviam sido acordadas no momento do requerimento. O acordo exigia uma cota de entradas grátis para crianças carentes, assim como um preço acessível dos bilhetes ao público.

Por conta disso, argumentando legalidade, a equipe da cantora enviou um pedido de recurso que negou as irregularidades citadas: “Todos os eventos do projeto foram realizados e devidamente comprovados ao MinC. Estamos averiguando os motivos da reprovação da prestação de contas junto ao MinC e informamos ainda que entraremos com recurso, pois a Ciel está apta a comprovar a realização dos eventos, bem como a distribuição dos ingressos”.

terra

27/03/2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *