Cabo da PM denunciado por morte de irmãos no Village é preso

Cabo da PM denunciado por morte de irmãos no Village é preso

O juiz Geraldo Amorim, titular da 9ª Vara Criminal da Capital, decretou a prisão do cabo da Polícia Militar Johnerson Simões Marcelino, acusado de homicídio doloso e duplamente qualificado, contra os irmãos Josivaldo Ferreira Aleixo e Josenildo Ferreira Aleixo e por homicídio culposo contra o pedreiro Reinaldo da Silva Ferreira, ocorridos no Village Campestre, em março do ano passado. Johnerson está preso no Presídio Militar, em Maceió.

 A prisão foi decretada pelo juiz Geraldo Amorim antes do carnaval, segundo informou o Tribunal de Justiça, e desde então o PM está recolhido no Presídio. Johnerson foi denunciado em fevereiro pelo Ministério Público do Estado pela morte dos irmãos e do pedreiro e deverá responder em conjunto com o soldado Jailson Stallaiken Costa Lima, por fraude processual, já que ambos teriam implantado armas e munições entre os pertences das vítimas para forjar uma reação armada. A acusação do MPE é que o assassinado foi praticado com dois agravantes: motivo torpe e por recurso que tornou impossível a defesa das vítimas.

O caso

Josenildo e Josivaldo foram mortos no dia 25 de março de 2016, no bairro Village Campestre, quando seguiam para casa de familiares. A polícia divulgou que os jovens estavam armados e durante a abordagem teriam reagido, trocado tiros e acabaram morrendo. A polícia afirmou que a abordagem ocorreu dentro da legalidade e que os policiais do 5º Batalhão receberam a informação de que eles estariam transportando armas do Village para o Benedito Bentes.

A família negou a informação e afirmou que ambos possuíam problemas mentais e que desde criança faziam acompanhamento médico.

Pelo que foi apurado pela 49ª Promotoria de Justiça da Capital, eles não possuíam antecedentes criminais, e, um deles, inclusive, era menor de idade. Também não há relatos de que os irmãos teriam reagido a abordagem policial.

De acordo com a denúncia do Ministério Público, no dia do crime, o cabo Johnerson Simões integrava uma guarnição da Polícia Militar e fazia uma patrulha de rotina nas ruas do conjunto Benedito Bentes, quando recebeu a informação que dois assaltantes estavam agindo nos Conjuntos Village Campestre II. Ao chegar no local informado, junto aos outros PMs, o denunciado abordou os dois irmãos e, a partir daí, teria ocorrido “uma série de ações desastrosas que culminaram nos homicídios”.

cadaminuto

09/03/2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *