Após 18 anos de união, André Ramos e Bruno Chateaubriand se separam

“Mais que amigos, seguiremos em frente como uma família”

Um dos casais mais queridos de sociedade carioca, os empresários André Ramos e Bruno Chateaubriand decidiram se separar, após mais de 18 anos de união. Eles foram os anfitriões das festas mais disputadas e generosas do Rio de Janeiro nessas quase duas décadas – quem não se lembra dos Réveillons maravilhosos no Edifício Chopin, em Copacabana, e os black-ties dos aniversários de ambos na casa da Gávea, em que eles dançavam valsas com a mãe um do outro? André e Bruno sempre foram um exemplo de cumplicidade, parceria e amor mútuo. Para muitos casais gays brasileiros, é inegável que eles são um símbolo da vitória do amor contra o preconceito.

Não poderia ser diferente neste momento doloroso. Segundo eles, a decisão da separação foi amadurecida nos últimos meses, nos termos mais civilizados. “Mais que amigos, seguiremos em frente como uma família, nos apoiando e nos respeitando, com gratidão e reconhecimento pela linda história que vivemos”, diz André. “Esse amor continua forte, porém de uma forma diferente. Somos gratos por todas as pessoas que nos apoiaram ao longo desses anos e pedimos respeito a nossa privacidade”, completa Bruno. André permanecerá na residência do casal, na Gávea, e Bruno vai se mudar, na próxima semana, para seu apartamento em Ipanema.

época

16/03/2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *