7 Dicas para escolher um bom roteador Wi-Fi

capa-bom-roteadorUm roteador wireless é uma peça de hardware importante numa rede de área local (LAN). Pode ser, também, complicado de instalá-la e mantê-la. Procurar com cuidado pelo melhor roteador wireless pode ajudar aqueles que desejam ter uma conexão de Internet de alta velocidade e sem fio em casa ou em seu pequeno negócio, em em qualquer outro lugar que estes roteadores são utilizados. Mesmo que a experiência nas compras seja diferente para cada pessoa, aqui vão alguns passos comuns para lhe ajudar a escolher um roteador wireless que será bom para sua rede sem fio.

1 – Avalie a força do sinal.

Diferentes roteadores wireless são avaliados pela força de sinal diferentes. Até mesmo para um pequeno apartamento, a força do sinal pode ser um problema mesmo com um dos mais novos roteadores. Descubra qual se adapta às necessidades de sua rede. A força do sinal é melhor avaliada por testes reais, e não pelas especificações publicadas pelo fabricante (veja a seção “testes” abaixo).

Entenda os obstáculos no interior de um ambiente doméstico, além da distância específica que o sinal precisará ir para usar em uma parte em particular da construção.

2 – Decida a velocidade.

Certifique-se que o roteador irá dar suporte à conexão de Internet existente (Cabo, DSL, etc).

Olhe a taxa de Mbps, ou megabits por segundo. Para os mais novos roteadores, o limite teórico é de 600 mbps; a maioria dos roteadores novos suporta 300 mbps (padrão de 802.11N). O padrão anterior (802.11G) era de 54 Mbps.

Verifique o manual do fabricante ou pergunte a um vendedor com conhecimento sobre as especificações.

802.11N. Descubra se o dispositivo do seu provedor suporta o padrão 802.11N. Se todos suportarem, é seguro escolher um roteador 802.11N. Se não, (e suportar apenas 802.11G), lembre-se que quando um dispositivo N é usado ao mesmo tempo que um G, a velocidade eficaz é altamente reduzida.

2.4 GHz, 5GHz e banda dupla não simultânea:

Se precisar usar dispositivos G e N ao mesmo tempo, um roteador de banda dupla irá ajudar a evitar interferência: você pode conectar um dispositivo G em 2.4 GHz e um dispositivo N em 5 GHz.

Lembre-se que um roteador de banda dupla e o adaptar de banda dupla do cliente wi-fi nem sempre significam que a velocidade estará dobrada. Se o seu PC possui apenas uma adaptador wi-fi, você pode conectar apenas uma banda por vez. Mesmo se possui 2 adaptadores, no Windows, você não terá velocidade dupla, apenas a máxima de uma delas.
5GHz dá um sinal mais fraco se comparado com 2.4GHz, especialmente numa distância longa do roteador.

3 – Teste sua escolha de equipamento.

Encontre um local de rendimento real, e faça testes para os modelos que escolher. As especificações dão apenas o máximo teórico, enquanto os testes irão mostrar o quão boa será a performance deles. Pesquise no site SmallNetBuilder para ver os gráficos de comparação e na CNet para análises dos modelos e testes de rendimentos.

4 – Escolha a encriptação.

Pense na necessidade de encriptação. Roteadores sem-fio geralmente empregam WPA ou outros tipos de encriptação para proteger a rede de invasores. Você poderá precisar de assistência técnica do fabricante do roteador.

5 – Lembre-se dos problemas de compatibilidade.

Um dos outros elementos essenciais de escolher o melhor roteador wireless é descobrir como ele irá complementar as peças de hardware existentes numa rede doméstica.

Procure combinar o fabricante do roteador wireless com o fabricante das placas de rede existentes. Para “workstations” de computadores ou outros hardwares com rede embutida, algumas placas de rede permitirão que o computador acesse a rede sem fio. Quando o roteador combinar com estes pequenos adaptadores ou placas, a conexão LAN que você conseguir poderá ser de melhor velocidade.

Pense em combinar com um console de video game. Por exemplo, o Nintendo Wii é um elemento de hardware da casa que geralmente está conectado a uma rede sem fio doméstica. Apesar da Nintendo não promover nenhuma marca específica de roteador wireless, entender a compatibilidade com os consoles de video game pode ser outro fator ao escolher seu roteador e outros equipamentos de rede (adaptadores de cliente wi-fi, NAS, etc).

6 – Avalie o suporte ao cliente.

Compre um roteador wireless de uma empresa com bom atendimento ao consumidor. O suporte técnico e a assistência podem ser fundamentais para instalar ou lidar com o dispositivo.

7 – Compare as garantias.

Uma estratégia para comprar o melhor roteador wireless é selecionar um que terá a garantia de durar um certo tempo. Veja com cuidado as garantias e coloque isto na lista de prós e contras para marcas e modelos específicos.